Quais as complicações que podem ocorrer no tratamento dos vasinhos e varizes com laser? (Parte 3)

Posted on

2 Se você é sensível a agulhas ou alérgica à solução utilizada na escleroterapia, você pode fazer um tratamento a laser.

Depois perdi o medo e comecei a pensar em seguir os passos que a Dra Vanessa sugeriu: Luz pulsada para as manchas + Laser Fracionado para os poros e cicatrizes. Além disso a Vanessa e a Gabi passam uma pomada que ajuda a anestesiar a pele, funciona muito. Acho que o laser fracionado vai dar mais trabalho nesse sentido. em outros, o tratamento associado, Crioescleroterapia e o LASER juntos. No rosto o LASER é mais eficiente, porque os vasos são O LASER é o melhor tratamento para os vasos do rosto e pequenos eficiente para todos os vasos, assim preferimos utilizar o LASER com muita eficiência e comentaremos em outro local deste artigo Como funciona o LASER O LASER atravessa a pele sem a lesar e atinge a Nos rosto o laser é mais

Quais as complicações que podem ocorrer no tratamento dos vasinhos e varizes com laser?

Algumas energias atingem a superfície da pele e trata melhor as manchas superficiais e outros mais a profundidade e assim são indicados para a flacidez.

Novas aplicações são continuamente desenvolvidas, como o chamado Tratamento 3D que utiliza vários equipamentos de LASER e Luz Pulsada ao mesmo tempo para maximizar resultados no rejuvenescimento . Perguntas e Respostas O Tratamento com laser vascular é dolorido? Um tipo de vaso ou de pele pode responder melhor ao tratamento com laser e outro ao tratamento de Crioescleroterapia . O laser é um tratamento para ser utilizado em todos Mas o Laser Nd Yag 1064 é o que existe de mais específico para tratamento de lesões vasculares apresentando maior efetividade no tratamento . Existe alguma dor sim, como qualquer outro que envolva uso de laser, aplicação de ácidos, peelings, injeções, etc. O tratamento a laser apresenta ótimos resultados, é possível perceber já na primeira sessão. Pelo fato da luz intensa pulsada (LIP) ser direcionada a cor vermelha dos vasos, dificilmente ocorre alterações na pele ao redor da aplicação.

O Laser pode ser usado para tratar quase todos os estágios de varizes, desde o tratamento de vasinhos (telangiectasias) até para a ablação da veia safena.

Esta técnica geralmente necessita de complementação com sessões de escleroterapia simples, crioescleroterapia ou escleroterapia física (LASER, Radiofrequência ou Luz Pulsada).

Os vasos aparecem de diversas formas: com linhas avermelhadas, azuladas e mais grossas e ainda em nódulos que saltam na pele. O laser não fere a pele nem causa ferimentos. A recuperação, após cada sessão, é mais rápida, em média uma semana após o tratamento o paciente já pode voltar para as suas atividades normais. Após o término do tratamento com o Vascular o paciente deve ficar alerta em relação aos principais causadores de vasinhos e varizes das pernas. Após o tratamento de secagem dos vasinhos o que pode acontecer é o aparecimento de novos vasos devido a fatores hereditários, ou devido ao sedentarismo. O aparecimento de novos vasinhos não anula o tratamento, pois os vasinhos que não forem cuidados podem resultar em futuras complicações, como as varizes. Quando o problema é recorrente, avalie com seu dermatologista a depilação a laser ou com luz pulsada. Recorrente principalmente em quem tem pele mais clara, as varizes insistem em aparecer nas coxas e nas batatas das pernas. — A escleroterapia é um tratamento para eliminar ou diminuir as varizes que pode ser feito a laser, com espuma ou glicose.

A médica indica a luz pulsada ou o laser de iodo para quem tem pele mais clara e o laser Nd:Yag, especial para morenas e negras.

— O resultado vai ser sempre melhor quando o tratamento é feito na fase inflamatória, quando o risco na pele é avermelhado. Além de cremes com ácidos, o dermatologista pode indicar tratamentos como indução percutânea de colágeno com agulhas, laser fracionado ou luz intensa pulsada. Porque não adianta fazer laser ou escleroterapia nos vasinhos sem tratar as varizes matrizes antes porque eles voltam a aparecer! Em outras palavras, se você tem varizes, mesmo que sejam poucas e pequenas, você precisa realizar cirurgia ou outro método para tratá-las antes de iniciar o tratamento dos vasinhos. Não é qualquer tipo laser que serve para acabar com os vasinhos e precisa saber como aplicá-lo para ter bons resultados. Esse profissional vai saber dizer se você tem varizes ou veias nutricias que deverão ser tratadas antes de iniciar a esclero ou o laser. A depilação com luz pulsada cobre uma área maior que o tratamento com laser, porém o tratamento com laser costuma precisar de menos sessões (de três a seis). Mas as sessões de depilação a laser são mais caras. A luz pulsada age nessas manchas, eliminando os pigmentos mais escuros e avermelhados, o que deixa a pele mais rejuvenescida.

Por mais que tenha se tornado popular, não se arrisque fazendo esse tratamento em lugares que não transmitam confiança, já que você pode sair com a pele manchada.

Ao contrário da cirurgia, que deixa cicatrizes, o laser constringe os vasos sanguíneos eliminando as varizes, sem deixar marcas na pele. O tratamento a laser minimiza o aparecimento de: •    Varizes • Telangiectasias Rejuvenesça com o tratamento a laser e a luz pulsada: • Inflamação e mal-estar O tratamento da rosácea utiliza os impulsos da luz para tratar os vasos sanguíneos responsáveis pela vermelhidão crónica da pele. Após o tratamento dos vasos responsáveis pela rosácea, a vermelhidão da pele e o eritema cutâneo tendem a desaparecer. Após a aplicação , ocorre o clareamento após o segundo ou terceiro tratamento, mas o número de sessões necessárias varia de caso a caso. LUZ PULSADA A luz pulsada é capaz de tratar a grande maioria dos vasinhos de face , e é ideal para pacientes com rosácea , associado a tratamento dermatológico adequado . E também, com a idade, pessoas de pele muito clara podem desenvolver vasinhos na face. Preferimos o Laser para tratamentos de vasos faciais, do colo, e vasos na região do tornozelo e pés, além dos vasos e vermelhidão gerados pela Rosácea.

Utilizamos o Laser em Membros Inferiores em casos especiais (vasos menores, mais superficiais, névoa telangiectásica, em pacientes que não aceitam agulhas, etc.).

Na maioria dos casos utilizamos a Crioescleroterapia, em outros, o tratamento associado, Crioescleroterapia e o LASER junto. Assim pode ser utilizado para os vasos menores e mais superficiais, onde é eficiente e a crioescleroterapia para os vasos de pele mais profundos. Existe restrição ao sol antes e depois do tratamento O laser utilizado para tratamentos de varizes faciais é a luz pulsada e para membros inferiores é o LASER ND YAG. Além disso, muitas pessoas perguntam sobre tratamentos com Laser, luz pulsada ou outros métodos para acabar com os vasos e que sejam indolores. Outra aplicação, esta muito útil por sinal, é a termoablação , ou seja, cirurgia das varizes por laser (leia mais sobre cirurgia com laser). Além disso, o laser, não é um tratamento indolor. Além disso, a pele do rosto fica com coloração mais uniforme, eliminando manchas e diminuindo tamanho dos poros. Alem disso, durante o tratamento das manchas a pele também recebe estímulos para a formação de colágeno. A tecnologia da Luz Intensa Pulsada é comprovadamente eficaz na redução permanente do número de pelos que nascem novamente após cada tratamento, na maioria dos tipos de pele. Os vasinhos das pernas, as varizes, são mais resolvidas com aplicação de glicose hipertônica ou produtos indicados pelo cirurgião vascular. Laser Nd-Yag Agora, quando os vasinhos do rosto são um pouquinho mais grossos… são “veinhas” infinitas é hora de entrar com o Laser Nd-Yag. Esse laser é mais agressivo e é feito em áreas muito específicas como na lateral do nariz e do queixo, nos vasinhos das pernas… e o resultado é muito bom.